Síguenos:

Seleccionar País:

Federación InternacionalArgentinaBoliviaBrasilChadChileColombiaEcuadorEspañaEl SalvadorGuatemalaHaitiHondurasItaliaNicaraguaPanamáParaguayPerúRepública DominicanaUruguayVenezuela

P. José María Vélaz

Notas biográficas sobre Vélaz até a fundação da Fé e Alegria

José María Vélaz Irazu nasceu em Rancagua, Chile, de pais migrantes bascos, em 4 de dezembro de 1910. Aos 10 anos de idade, quando seu pai morreu, sua mãe decidiu voltar à Espanha com seus quatro filhos. Eles ficam em Loyola, a apenas 100 metros da casa onde nasceu Santo Inácio de Loyola.

Depois de terminar o liceu no internato jesuíta de Tudela (Navarra), Vélaz matriculou-se na Faculdade de Direito de Saragoça. Fez os Exercícios Espirituais em Loyola e ingressou ao noviciado (04/05/1928).

Após a expulsão dos jesuítas da Espanha em 1932, ele continuou seus estudos em Humanidades Clássicas em Tournai e Filosofia em Marneffe (ambos na Bélgica). Fez quatro anos de ensino no Colégio San Ignacio em Caracas (1936-40) e outros quatro anos de teologia em Oña (Burgos, Espanha, 1940-44).

Voltou à Venezuela, ao seu Colégio San Ignacio, por dois anos. Entre 1948 e 1954, foi Reitor do Colégio Internado San José, em Mérida. Vélaz restaurou as finanças da escola, empreendeu novos trabalhos para estendê-la e abriu uma escola noturna para as crianças pobres dos arredores, com a ajuda de seus alunos mais velhos.

No final de sua reitoria, ele propôs ao Provincial a criação de uma grande rede de escolas agrícolas e florestais ao longo da rodovia Pan-Americana que estava sendo aberta entre Barinas e San Cristóbal. A resposta do Provincial foi contundente: Pare com suas bobagens quixotescas e torne-se o diretor espiritual da recém-fundada Universidade Católica: Nessa posição inofensiva, nasceria Fé e Alegria!

Convidamos vocês a assistir o documentário ``José María Vélaz, sembrador de futuro”,

©2022 Todos los derechos reservados